'Os preços foram os melhores do Brasil', afirma fundação

A FDE diz que "os preços praticados para a aquisição das mochilas destinadas aos alunos da rede estadual de ensino foram os melhores do Brasil". Segundo a assessoria de José Bernardo Ortiz, "o processo de compra foi analisado e aprovado, por unanimidade, pelo Tribunal de Contas do Estado, que julgou absolutamente regulares todas as etapas dessa licitação, derrubando qualquer possibilidade de suspeita de irregularidade ou de ilegalidade".

O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2012 | 03h02

Segundo a FDE, "após o encerramento do pregão eletrônico a negociação pela presidência da FDE propiciou aos cofres públicos economia de R$ 4,5 milhões". Sobre acusação de caráter restritivo de cláusulas do edital, a FDE assevera que o texto é o mesmo usado em certames dos anos anteriores e que essa informação foi dada ao MP. "Todas as compras e a contratação de serviços têm sido concluídas sempre abaixo dos preços comuns de mercado, com descontos consideráveis". Fontes da FDE anotam que Gladiwa Ribeiro fez denúncia à promotoria porque Ortiz a demitiu por "prática de nepotismo". / F.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.