Órgãos negam usar estrutura para questões eleitorais

A Secretaria de Planejamento negou que usa a assessoria para questões partidárias. "O (sic) funcionários das assessorias de comunicação das secretarias, por questão de lógica, só podem saber a motivação dos telefonemas dos jornalistas após atendê-los e, diante da solicitação, dar a ela o encaminhamento devido", afirmou. "O Estadão se valeu dessa constatação da realidade para promover telefonemas que comprovassem sua teoria."

O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2012 | 03h08

A Secretaria de Comunicação do Palácio dos Bandeirantes disse que "nenhum funcionário do governo do Estado está autorizado a trabalhar para outra função que não aquela para a qual foi contratado". As assessorias dos pré-candidatos disseram não atender a demandas partidárias fora do horário comercial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.