Organizações médicas discutem paralisação nacional

As organizações que representam médicos no País estudam a possibilidade de uma paralisação nacional contra a vinda imediata de profissionais estrangeiros. A medida será discutida hoje, em São Paulo, durante uma reunião de entidades médicas nacionais e regionais (conselhos, sindicatos, sociedades e associações, entre outras). Ontem, já houve paralisação dos filiados ao Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe). Antes mesmo dos protestos de rua, as entidades realizaram passeatas, no fim de maio, cobrando que o governo desista da proposta. Agora, esperam ter o apoio dos manifestantes nas ruas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.