Oposição reclama de discriminação

A oposição está obstruindo as votações na Câmara em troca do pagamento de emendas. DEM, PSDB e PPS reclamam de discriminação na liberação de recursos. Levantamento divulgado pelo PSDB afirma que foram empenhados até o dia 26 de junho R$ 257,3 milhões em emendas parlamentares. Deste total, R$ 255,9 milhões foram para a base. "Ainda convivemos com o Executivo usando o orçamento da União para pressão em momentos de votação", disse o deputado Ronaldo Caiado (GO), vice-líder do DEM. Já o líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto (SP), zombou dos oposicionistas. "Quer dizer que se liberar dinheiro eles votam com a gente? Cadê o projeto diferente?" / EDUARDO BRESCIANI

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.