Operação da PF inocenta Agnelo, afirma porta-voz

O governo do Distrito Federal viu no resultado da operação Saint-Michel uma prova de que o governo Agnelo Queiroz não tem envolvimento com o esquema de Carlinhos Cachoeira. Em entrevista no Palácio Buriti, ao lado de vários auxiliares diretos de Agnelo, o porta-voz Ugo Braga alegou que nenhum funcionário do governo foi pego nessa operação nem na Monte Carlo, que desmontou o esquema de Cachoeira. "É mais uma prova de que não há envolvimento", afirmou. "Cachoeira fez investidas para fazer negócios no DF e não conseguiu."

O Estado de S.Paulo

26 Abril 2012 | 03h07

Ele disse ser "um erro absurdo" do Ministério Público mandar buscar Valdir Reis, ex-funcionário da Secretaria de Planejamento, no anexo I do palácio. "Ele nunca trabalhou no DFTrans e nunca teve contato comigo ou com qualquer dos outros diretores", alegou Marco Campanella, do DFTrans. Agnelo apareceu por alguns minutos no andar térreo para se despedir de Rui Falcão, com quem esteve pouco antes, mas se recusou a falar com os jornalistas. / LISANDRA PARAGUASSU

Mais conteúdo sobre:
CPI do Cachoeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.