Onze são presos por crimes eleitorais em todo o País

Nove pessoas foram detidas no Estado do Rio de Janeiro por boca de urna; As outras duas prisões foram no Espírito Santo e no Rio Grande do Norte

Jéssica Freitas, de O Estado de S.Paulo,

28 de outubro de 2012 | 14h20

Onze eleitores foram presos por crimes eleitorais em todo o Brasil, de acordo com balanço do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgado às 12h15 deste domingo, 28.

 

Nove pessoas foram detidas no Estado do Rio de Janeiro por boca de urna. As outras duas prisões foram no Espírito Santo e no Rio Grande do Norte, mas os motivos não foram divulgados.

 

Ao todo, 109 eleitores foram flagrados cometendo crimes eleitorais, mas não foram presos. O maior número de ocorrências nesse sentido aconteceu no Estado de Minas Gerais (41), seguido por Bahia (32), Rio de Janeiro (17), Ceará (5), Rio Grande do Norte (4), Mato Grosso (3), Paraná (3), Piauí (2), Paraíba (1) e Rio Grande do Sul (1).

 

O TSE lembra que no dia da votação é proibido ao eleitor usar vestuário padronizado, bandeiras, broches nem adesivos que caracterizam manifestação coletiva.

 

Com informações da Agência TSE

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.