Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

‘O governador deve aprender a respeitar a lei’, afirma Meirelles sobre Alckmin

Candidato à Presidência rebate declarações do tucano sobre contestação à chapa tucana no TSE pelo MDB

O Estado de S.Paulo

18 de agosto de 2018 | 22h12

O candidato do MDB à Presidência da República nas eleições 2018, Henrique Meirelles, rebateu as declarações do ex-governador de São Paulo e presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB), de que a contestação interposta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) seria uma medida de “tapetão puro”. O emedebista disse que o seu concorrente tucano deveria aprender a respeitar a lei.

“O governador deve aprender a respeitar a lei. Fazer as coisas e exigir que todos sigam a lei não é tapetão”, disse Meirelles neste sábado, 18, em Barretos (SP).

O MDB questionou a coligação de Alckmin. “Compete ao TSE decidir. Qualquer que seja a decisão, nós vamos respeitar. Nós não vamos ficar criticando a Justiça e dizer que é jogada de tapetão, etc. Vamos respeitar a decisão. Agora, se ele tiver correto, que mostre ao tribunal, se estiver errado, vai desfazer aquela coligação. Mas isso é uma decisão soberana da Justiça”, afirmou.

Em Ribeirão Preto, também no interior paulista, ao lado do candidato ao governo de São Paulo do MDB nas eleições 2018, Paulo Skaf, Meirelles falou sobre as propostas para o agronegócio e admitiu a baixa popularidade, mas afirmou que, com a campanha na TV aberta, irá “crescer rapidamente” nas pesquisas eleitorais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.