O caminho da pré-candidata

As movimentações políticas da presidente Dilma Rousseff neste ano pré-eleitoral priorizaram, num primeiro momento, o nordeste do País.

O Estado de S.Paulo

16 Abril 2013 | 02h03

A petista visitou seis Estados da região quando o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, começava a deixar mais clara sua pretensão de disputar o Palácio do Planalto no ano que vem. "Nenhuma força política sozinha é capaz de dirigir um país com esta complexidade. Precisamos de parceiros comprometidos", disse num evento em Pernambuco ao lado do aliado Campos.

Foi seu recado político mais forte no tour nordestino em que anunciou obras, repasses federais e um programa de R$ 9 bilhões a fim de minimizar os efeitos da seca deste ano.

Agora, Dilma vai priorizar agendas no Sudeste, começando por Minas Gerais, terra do senador Aécio Neves, pré-candidato tucano à Presidência da República.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.