Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

‘Nunca votei no PT e não pretendo votar’, diz Amôedo sobre eventual 2º turno

Candidato do Novo diz acreditar, porém, que deverá chegar ao segundo turno nas eleições 2018

Jonathas Cotrim, O Estado de S.Paulo

01 Outubro 2018 | 15h52

BELO HORIZONTE - O candidato do Novo à Presidência, João Amôedo, afirmou nesta segunda-feira, 1.º, que não votará no PT nem apoiará o partido em um eventual segundo turno entre o petista Fernando Haddad e o postulante do PSL, Jair Bolsonaro. "Eu nunca votei no PT e não pretendo votar no PT em nenhum momento", disse, em Belo Horizonte, após declarar que a definição de sua legenda ficará para depois da votação deste domingo.

Ao ser questionado diretamente se votaria em Bolsonaro ou o apoiaria na campanha para o segundo turno, Amôedo desviou do assunto. "Vou continuar trabalhando para votar em mim, no segundo turno. Decidirei isso na noite do dia 8, mas não voto no PT, de jeito nenhum", disse, durante uma caminhada pelo centro de Belo Horizonte.

Com 3% na mais recente pesquisa Ibope, aparecendo na sexta colocação, Amoêdo disse ainda que acredita ter chances de chegar ao segundo turno e que pretende apostar nos indecisos e em tornar seu projeto mais conhecido, na última semana de campanha. "De todos, eu sou o que tenho a menor rejeição, mas tenho um nível de conhecimento alto. Se fizermos um esforço, posso chegar", afirmou.

Questionado sobre o motivo de Bolsonaro ter concentrado os votos do antipetismo, Amoêdo declarou que o candidato do PSL tem mais tempo na política. “Ele está há alguns anos em pré-campanha. O Novo tem só três anos de existência. Levando isso em consideração, nosso crescimento é mais forte que o dele”, disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.