'Nós vamos estar juntos em 2014', diz Aécio sobre Serra

O presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves (MG), afirmou ontem que estará no mesmo palanque que o ex-governador José Serra nas eleições do ano que vem.

Ricardo Chapola, O Estado de S.Paulo

06 de agosto de 2013 | 02h13

"Serra tem a cara do PSDB. Nós, tucanos, no fundo, não acreditamos que vamos estar em palanques diferentes", disse o senador, provável candidato à Presidência em 2014, durante um evento de gastronomia mineira realizado no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, que teve a participação dos governadores tucanos de São Paulo, Geraldo Alckmin, e de Minas Gerais, Antonio Anastasia.

"Temos os mesmos adversários. Nós vamos estar juntos", garantiu Aécio Neves.

A permanência do ex-governador José Serra no partido virou motivo de questionamentos desde que surgiu a hipótese de fusão entre o PPS e o PMN. O presidente do PPS, Roberto Freire, tinha deixado as portas do partido abertas para Serra, que tem sonho antigo de ser presidente da República.

Prévias. Com o fracasso do projeto de fusão entre o PPS e o PMN, reacendeu em setores do PSDB o debate sobre a realização de prévias para definir o nome da legenda que estará na urna no ano que vem. A candidatura de Aécio, considerada certa até as manifestações de junho, deixou de ser unanimidade e o cenário de prévias tem sido cogitado reservadamente por tucanos de São Paulo, Estado que registra o principal foco de resistência ao projeto de Aécio.

Embora Aécio seja tratado pelo PSDB como o candidato da sigla para as eleições de 2014, na semana passada tucanos paulistas e aliados serristas não descartaram que Serra dispute prévias no partido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.