Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

No Twitter, Bolsonaro defende propriedade privada e 'obediência à Constituição'

'A forma de mudarmos o Brasil será através da defesa das leis e da obediência à Constituição', escreveu o presidenciável do PSL, que neste domingo enfrentará o rival Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições

O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2018 | 09h11

Em uma sequência de três posts publicados no Twitter na manhã deste sábado, 27, um deles contendo uma foto em família, o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) defende o direito à propriedade privada e a "obediência à Constituição". Neste domingo, 28, Bolsonaro enfrenta Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições 2018

 


"A forma de mudarmos o Brasil será através da defesa das leis e da obediência à Constituição, Assim, NOVAMENTE, ressaltamos que faremos tudo na forma da Lei! Qualquer forma de diferenciação entre os brasileiros não pode ser admitida. Todo cidadão terá seus direitos preservados", afirmou.

Sobre propriedade privada, Bolsonaro argumentou que este é o nome dado aos "frutos materiais" de nossas escolhas, "quando gerados de forma honesta em uma economia de livre iniciativa". "Seu celular, sua terra são os frutos de seu trabalho e de suas escolhas! São sagrados e não podem ser roubados, invadidos, expropriados!"

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.