No sertão, Dilma divide palanque com Campos

A presidente Dilma Rousseff e o governador Eduardo Campos (PSB) estarão juntos hoje num palanque pela primeira vez desde que o pernambucano intensificou suas movimentações para fortalecer sua possível candidatura presidencial em 2014.

O Estado de S.Paulo

25 de março de 2013 | 02h07

Pela manhã, os dois vão inaugurar um trecho de um sistema de abastecimento de água em Serra Talhada, no sertão pernambucano. O trecho que será inaugurado custou R$ 118 milhões. Dilma também entregará 22 retroescavadeiras para municípios pernambucanos e deve apresentar um pacote de medidas do governo federal contra a seca.

A presidente e o governador tinham um almoço marcado para o início da tarde no Recife, além de outra cerimônia oficial na capital pernambucana. Os eventos foram desmarcados, pois Dilma agendou presença em uma missa em homenagem às vítimas das chuvas em Petrópolis (RJ).

Ontem, na véspera do encontro com Dilma, Campos não quis comentar a afirmação feita pelo seu novo aliado, senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), que o considerou "dissidente" da base aliada ao governo. Esta será a quarta visita da presidente a Pernambuco. A última foi em fevereiro de 2012.

Em ritmo de campanha, o governador participou pela manhã de passeio ciclístico com a família, inaugurando ciclofaixas móveis no Recife. À tarde, prestigiou evento no bairro do Recife Antigo. / B.B. e ANGELA LACERDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.