Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

No RN, advogada é presa em flagrante por prática de boca de urna

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, 32 pessoas já foram presas em todo o País neste domingo

Ricardo Araújo, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

07 Outubro 2018 | 17h35

Uma advogada foi presa em flagrante neste domingo, 5, por policiais civis na cidade de Pendências, interior do Rio Grande do Norte. Os policiais faziam ronda pela cidade quando visualizaram a mulher entregando "santinhos" de dois candidatos à Assembleia Legislativa local a um senhor que se aproximava do local de votação.

De acordo com o Ministério Público Eleitoral, após revista realizada pelos policiais civis no carro utilizado pela advogada foram encontrados outros 158 "santinhos" idênticos ao entregue ao eleitor. Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN) foram acionados e as investigações relativas ao caso ficaram a cargo da Promotoria Eleitoral da 47.ª Zona Eleitoral.

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou na tarde deste domingo, 7, que 32 pessoas foram presas em todo o País por ocorrências eleitorais, de acordo com boletim atualizado por volta das 14h, que também aponta 102 ocorrências sem detenções.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.