No Rio, Paes e Crivella aparecem tecnicamente empatados

Peemedebista sobe 7 pontos porcentuais e chega aos 19%, contra 24% do candidato do PRB

Gabriel Manzano Filho, de O Estado de S. Paulo

30 de agosto de 2008 | 00h23

O candidato do PMDB à Prefeitura do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, subiu 7 pontos, chegou aos 19% de intenções de voto e está empatado tecnicamente com Marcelo Crivella, do PRB, que caiu de 28% para 24%, revela a pesquisa Ibope encomendada pelo Estado e pela TV Globo e divulgada nesta sexta-feira, 29.    Veja também: Candidato de Aécio dispara e venceria eleição no 1º turnoNo Recife, petista João da Costa abre 25 pontos de vantagemAlckmin cai, Kassab sobe e reduz diferença para tucano Com esses números, a campanha está polarizada entre os dois concorrentes, uma vez que Jandira Feghali (PC do B), o terceiro nome forte da disputa, ficou nos 10% (tinha 11% na pesquisa anterior, de 15 de agosto). A forte ascensão de Paes, que tinha só 8% no início do mês, é confirmada por sua vitória no combate direto com o rival num eventual segundo turno, em que ele venceria por 36% a 33%.  Abaixo deles, segundo o Ibope, aparecem empatados com 5% das intenções de voto Fernando Gabeira (PV) e Solange Amaral (DEM). O petista Alessandro Molon e Chico Alencar, do PSOL, ficaram com 2% cada. Fechando a lista vêm Filipe Pereira (PSC) e Paulo Ramos (PDT) com 1%. Os demais não pontuaram. Um terço do eleitorado continua fora dessas contas: 17% responderam que não sabem, 13% votaram nulo ou branco e 31% não responderam. Na pesquisa espontânea, em que nenhum nome é sugerido, o cenário foi praticamente igual: Crivella recebeu 18% das preferências, Eduardo Paes 12% e Jandira 7%. Nessa tabela, 38% disseram que não sobem e 12% escolheram branco ou nulo. Segundo turno Num possível segundo turno, Eduardo Paes derrotaria também a candidata Jandira Feghali, por 39% a 26%. Na disputa direta entre Crivella e Jandira, o concorrente do PRB ganharia por 36% a 32%.  Além de perder 4 pontos em relação à pesquisa anterior, Crivella continua com alto índice de rejeição: 29% dos consultados não votariam nele. O nome de Paes é rejeitado por 10% dos eleitores, me nos que os 11% de Jandira Feghali.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.