No Rio, Paes dá sinal de que prefere Gabeira no 2º turno

O candidato do PMDB à Prefeitura do Rio, Eduardo Paes, acompanhou pela TV do porteiro do prédio onde mora o governador Sérgio Cabral (PMDB), no Leblon (zona sul), a divulgação da pesquisa boca-de-urna do Ibope na TV Globo. A pesquisa indicou que Paes deve passar par o segundo turno na liderança, com 33% dos votos, mas há indefinição em relação ao segundo colocado. Fernando Gabeira (PV) e Marcelo Crivella (PRB) estão empatados. Paes deu sinais de que prefere enfrentar Gabeira no segundo turno. Paes afirmou que só vai comentar a estratégia de apoios para o segundo turno quando sair o resultado oficial. Enquanto aguardava a divulgação da pesquisa na TV, populares passaram pela rua do governador cantando o jingle de Gabeira, que tem maior popularidade na zona sul. "Gabeira é o homem", comentou Paes ao ver a manifestação, indicando que espera mesmo enfrentar o verde no segundo turno.Ao ver o resultado da pesquisa em Belo Horizonte que indica a possibilidade de segundo turno, Paes fez outro comentário: "O Aécio (Neves) não vai vir para o Rio não", disse, demonstrando preocupação com a participação do governador mineiro, amigo do governador, na eleição do Rio. O PSDB indicou o candidato a vice na chapa de Gabeira. Paes disse que está otimista em relação aos resultados da apuração. "Hoje foi um dia de muita alegria, a população do Rio entendeu os objetivos da nossa campanha", afirmou. Ele está na casa do governador, seu padrinho político, e deve seguir logo mais para o comitê de campanha no Recreio dos Bandeirantes (zona oeste), onde vai acompanhar a apuração e dar uma entrevista coletiva. O candidato elogiou a organização das eleições pela Justiça Eleitoral e pediu que as tropas federais permaneçam na cidade para a segurança da campanha no segundo turno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.