No Recife, juiz valida lista de prévia que indicou João da Costa

O juiz da 3ª Vara Cível do Recife, Francisco Julião de Oliveira Sobrinho, considerou válida a lista com 33 mil votantes utilizada pelo diretório municipal do PT na prévia de 20 de maio, quando o prefeito João da Costa venceu o deputado federal Maurício Rands por 533 votos.

O Estado de S.Paulo

21 Junho 2012 | 03h07

A consulta, que deveria ter apontado o candidato do partido à prefeitura, foi anulada pela Executiva Nacional diante de questionamentos do grupo de Rands em relação à validade desta lista.

Nova prévia foi marcada pela direção nacional, mas Rands desistiu de concorrer em prol do senador Humberto Costa.

O senador foi posteriormente indicado e homologado candidato pela cúpula nacional, embora o prefeito João da Costa tenha mantido a sua candidatura, pela qual continua lutando. Na segunda-feira a direção nacional julga recurso do prefeito.

Em nota, o ex-presidente estadual do PT, Dilson Peixoto, disse que a sentença judicial, concedida anteontem, não muda o cenário da sucessão no Recife e a candidatura de Humberto Costa. Segundo ele, a Justiça considerou válida a lista - e não a prévia - e a decisão não terá influência nas instâncias partidárias. / ANGELA LACERDA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.