No rádio, Kassab ressalta parceria com Serra

O prefeito de São Paulo e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), aproveitou o horário eleitoral gratuito do rádio de hoje para ressaltar a parceria com o governador José Serra (PSDB). Junto com o tucano, o candidato do DEM afirmou que irá melhorar o transporte público da cidade com o investimento de R$ 1 bilhão no Metrô e a integração dessas linhas com o trem. Já Marta Suplicy (PT) destacou seu desempenho no debate da Rede Record, no último domingo. Segundo a campanha da petista, Marta explicou as propostas com detalhes enquanto Kassab só "enrolou". Líder nas pesquisas de intenção de votos, o atual prefeito afirmou que irá ajudar Serra a construir mais um trecho do Rodoanel, com o objetivo de tirar os caminhões pesados da cidade e aliviar o trânsito. Já com a verba de R$ 1 bilhão, o candidato se comprometeu a levar o metrô do Largo 13 à Chácara Klabin e fazer uma nova linha que saia de Cachoeirinha, passe pela Freguesia do Ó e encontre a Linha Azul na Liberdade, na estação São Joaquim. Já Marta Suplicy tentou destacar seus bons momentos no debate da TV. Uma das personagens do programa afirmou que Kassab não respondeu se tinha alguma obra importante que não tivesse sido começada pela petista. Além disso, acusou Kassab de "enrolar" o eleitor sobre o seu tempo de mandato. "Quando é para dizer que ele fez, soma o tempo do Serra, de quem era vice. Quando é para dizer que não fez, diz que foram só dois anos e que não deu tempo". A ex-ministra teve como foco do programa as propostas para dois grupos: jovens e idosos. Para o primeiro, falou da internet gratuita em toda a cidade e a implementação de cursos técnicos nos Centros Educacionais Unificados (CEUs). Já para o segundo grupo, prometeu a criação das Moradas do Idoso, prédios no centro da cidade que seriam adaptados com rampa, corrimão, ambulatório e biblioteca. A petista também voltou a contar com o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pediu votos à companheira de partido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.