No Guarujá, pelo menos 50 são presos por fazer boca de urna

Onze urnas já foram substituídas na cidade; empatados, Farid Madi e Antonieta votaram pela manhã

Rejane Lima, de O Estado de S. Paulo,

05 de outubro de 2008 | 15h47

Pelo menos cinqüenta pessoas fazendo boca de urna para diferentes coligações e candidatos já foram detidas e levadas para a delegacia sede do Guarujá, na Baixada Santista, informou a Polícia Civil. No município, no entanto, não houve registros de ocorrências graves. Os dois cartórios eleitorais do Guarujá informaram que onze urnas já foram substituídas. O surpreendente é que duas das trocas foram realizadas na mesma sessão eleitoral, no Colégio Raquel De Castro Ferreira, no centro. Técnicos judiciários disseram que o problema pode ter ocorrido devido à falta de atenção dos mesários, que não teriam lido as instruções de operação.  Os dois principais concorrentes à prefeitura votaram durante a manhã. Candidato à reeleição, o prefeito Farid Madi (PDT) votou às 8h50, após acompanhar sua mulher e deputada estadual Haifa Madi (PDT) em seu colégio eleitoral. A candidata Antonieta (PMDB) votou às 10h15. Empatados tecnicamente na última pesquisa IBOPE/ TV Tribuna (afiliada da Rede Globo) ambos os candidatos mostraram-se otimistas com o resultado. Madi acredita que ainda é possível vencer no primeiro turno. "Estou confiante, às sete horas já estava na Igreja." Antonieta também aderiu à fé. "Estou tranqüila, fizemos muita oração, terminei a noite em vigília", disse a candidata, que acredita em sua ida para o segundo turno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.