No DF, quatro candidatos empatam tecnicamente na liderança por governo

Eliana tem 14% das intenções de voto; Rollemberg, 12%; Fraga, 10%, e Rosso, 8%; margem de erro é de 3 pontos percentuais

Mateus Fagundes , O Estado de S.Paulo

24 Agosto 2018 | 23h14

SÃO PAULO – Quatro candidatos estão tecnicamente empatados na liderança da disputa ao governo do Distrito Federal, informou o Ibope na noite desta sexta-feira, 24. A ex-deputada distrital Eliana Pedrosa (Pros) aparece em primeiro lugar, com 14%. Ela é seguida do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), com 12%, e dos deputados federais Alberto Fraga (DEM), que marca 10%, e Rogério Rosso (PSD), que pontua 8%.

+ Resumo das Eleições 2018: Doria condenado e Ciro critica cúpula do PT

Considerando-se a margem de erro de três pontos porcentuais, para mais ou para menos, todos aparecem empatados. Em seguida, o general Paulo Chagas (PRP) e o economista Júlio Miragaya (PT) aparecem com 3% cada. Fátima Sousa (PSOL), Ibaneis (MDB) e Alexandre Guerra (Novo) marcam 2% cada. Renan Rosa (PCO) tem 1% e Guillen (PSTU) não pontua.

Brancos e nulos somam 31%, enquanto os que não souberam ou não responderam, 12%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo. Foram ouvidos 1.204 eleitores entre 21 e 23 de agosto. O nível de confiança utilizado é de 95%. O levantamento foi registrado no TRE com o número DF-03959/2018 e no TSE com o número BR-00412/2018. (Mateus Fagundes - mateus.fagundes@estadao.com)

Mato Grosso

O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) lidera a disputa ao governo de Mato Grosso, com 32% das intenções de voto, segundo pesquisa Ibope divulgada na noite desta sexta-feira, 24. Na sequência, o atual governador Pedro Taques (PSDB) soma 22%. Na terceira colocação aparece o senador Wellington Fagundes (PR), com 15%. Arthur Nogueira (Rede) pontua 2% e Moisés Franz (PSOL), 1%. Brancos e nulos somam 17%, enquanto não souberam ou não responderam, 10%.

+ ‘Estado’ terá cobertura multiplataforma das eleições

A pesquisa foi encomendada pela TV Centro América. A margem de erro é de três pontos porcentuais e o nível de confiança de 95%. Foram ouvidos 812 eleitores entre 21 e 24 de agosto. O levantamento foi registrado no TRE com o número MT-04065/2018 e no TSE com o número BR-01573/2018.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.