JARBAS OLIVEIRA
JARBAS OLIVEIRA

'Não sou super-herói', diz prefeito reeleito de Fortaleza em referência a Capitão Wagner

Durante a campanha, militância do candidato do PR usou o símbolo do personagem Capitão América

Igor Gadelha, enviado especial, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2016 | 21h45

FORTALEZA - "Eu não sou super-herói". Foi com essa frase, repetida diversas vezes, que o atual prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), comemorou na noite deste domingo, 30, sua reeleição para mais quatro anos de mandato.

A frase era uma referência a seu adversário, o deputado estadual Capitão Wagner (PR), cuja militância usou símbolos do personagem Capitão América em referência à campanha dele. O uso do símbolo chegou a ser proibido no primeiro turno, mas foi liberado pela Justiça Eleitoral na última semana.

"Eu não sou super-herói. Sou humano. Tenho família, tenho coração, tenho alma, tenho virtudes e tenho defeitos", afirmou no palanque o prefeito de Fortaleza, reeleito com 53,57% dos votos, contra 46,43% de seu adversário.

"Acredito na política, porque ela é único caminho para mudar todas as contradições da nossa gente. Não iria jamais ofender a política. E é por isso que optei por um caminho: o da verdade, o do respeito e o do alto nível", acrescentou Roberto Cláudio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.