'Não há gestor público sem um processo', afirma Dalva Dias

BRASÍLIA - Ex-secretária estadual de Assistência Social, Trabalho e Habitação do Estado de Santa Catarina e presidente do PDT em Florianópolis, Dalva Dias, disse ao Estado que "não há no Brasil um gestor público que não tenha um processo".

Entrevista com

Andreza Matais, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2013 | 02h04

Contrato assinado pela senhora como secretária estadual com verba do Ministério do Trabalho será apurado pelo TCU.

DALVA DIAS - Mas você pode ter acesso? Qualquer pessoa pode ter acesso aos processos? Estão querendo pegar coisas minhas por causa dessa história toda do ministério. Você pode fuçar minha vida quanto quiser. Foi tudo feito com a maior lisura. Eu tenho, por princípio, zelar pela coisa pública.

Mas existem vários processos no TCE-SC sobre sua gestão, apontando irregularidades...

DALVA DIAS - Não há no Brasil nenhum gestor público que não tenha um processo.

A senhora acha que estão tentando desestabilizar seu marido?

DALVA DIAS - O que há é uma conjuntura política que favorece grupos de interesse contrário. Desde que ele assumiu não fez um único convênio. Aí fica o Brizola Neto dizendo coisas. Tem convênio assinado pelo Brizola Neto. É um despreparado.

Seu marido deve deixar o cargo?

DALVA DIAS - Qual é a acusação contra o Manoel?

A PF investiga o período em que o PDT atuou no ministério.

DALVA DIAS - São acusações, você disse bem. Não tem nada provado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.