Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Na TV, partido oferece 'sonho de ser deputado'

PHS estreia temporada de peças partidárias em clima de propaganda de loja de departamentos

ISADORA PERON, O Estado de S.Paulo

05 de janeiro de 2013 | 14h39

Em clima de comercial de loja de departamentos - que promete a sua satisfação imediata ou o seu dinheiro de volta - o PHS abriu anteontem a temporada de propagandas partidárias veiculadas em cadeia nacional fazendo um convite para as pessoas se filiarem à sigla e disputarem as eleições de 2014.

"Se você sonha em ser deputado federal, essa é sua grande oportunidade!", convoca o empolgado presidente nacional do PHS, Eduardo Machado.

O comercial da sigla começa com um enxame de abelhas, o mascote do partido, invadindo o prédio da Câmara dos Deputados em Brasília, numa metáfora do que o partido define como meta para o próximo pleito: "eleger deputados federais em todos os Estados brasileiros", para ter uma "forte bancada de guerreiros solidaristas na Câmara".

A realidade da sigla, porém, é bem diferente. Hoje conta apenas com um deputado federal, o solitário mineiro José Humberto Soares. Tinha o dobro até 2011, quando Felipe Bornier (RJ) deixou a legenda para entrar no PSD, criado naquele ano pelo então prefeito de São Paulo Gilberto Kassab.

Se alcançar a sua "meta" - que a própria legenda classifica como "projeto ousado" - o salto será de nada menos do que 2600%.

Num trecho, a propaganda deixa o clima de comercial de loja de departamentos e ganha ares confessionais. "Foi no PHS que eu realizei o meu sonho de ser vereador da cidade do Rio", diz Marcelo Piuí, descrito na peça como uma pessoa de origem humilde e que era feirante desde os 14 anos.

"Nós representamos a alternativa política e a possibilidade para você poder se eleger deputado estadual ou deputado federal", diz Laércio Benko, eleito vereador em São Paulo.

O partido que estreou a temporada de propagandas na TV foi criado em 1997 sob a alcunha de PSN, e em 2000 passou a se chamar PHS. Entre os seus princípios estão "a primazia do trabalho sobre o capital" e a "solidariedade".

Hoje, conta com 148 mil filiados. No ano passado, elegeu apenas 547 vereadores em todo o Brasil. Prefeitos, foram 17, em nove Estados. O partido que liderou o ranking foi o PMDB, com 1.025 eleitos.

Calendário. De acordo com o calendário do Tribunal Superior Eleitoral, as propagandas partidárias em cadeia nacional serão apresentadas sempre às quintas-feiras. Em janeiro, ainda haverá do PEN, PV, PDT e PRB.

Todos os partidos com registro no TSE têm direito a um programa como esse por semestre e também a utilizar o tempo total de 20 minutos em inserções durante a programação das emissoras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.