Na TV, Marta vincula Kassab a 'forças do atraso'

O programa de Marta Suplicy (PT) no horário eleitoral gratuito da tarde de hoje vinculou o prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), a "forças do atraso" e remontou à época da ditadura militar para mostrar a origem do partido do adversário. A propaganda da petista mostrou a cronologia da criação do DEM, com raízes na Arena, sigla que apoiava o governo militar. E relacionou ainda o PDS, que daria origem ao PFL e ao DEM, aos senadores Antônio Carlos Magalhães e Jorge Bornhausen, e ao deputado federal Paulo Maluf (PP). O candidato a vice na chapa de Marta, Aldo Rebelo, pediu que os paulistanos não deixem "as forças do atraso" renascerem na cidade. "Marta significa o avanço. Seu adversário, o atraso", afirmou Rebelo.Em meio a promessas de investimento na educação, Marta disparou contra Kassab. "Quase tudo o que foi feito nessa área ou andou para trás ou perdeu a qualidade original", disse a ex-prefeita. "A realidade é bem diferente do que aparece na propaganda." A petista citou ainda setores em "crise profunda" - quase todos, na opinião dela - "saúde, segurança, habitação, transporte e educação".Kassab, que acusou a prefeita de ter "quebrado a cidade", hoje em seu programa voltou a alfinetar a adversária, sem citar o nome da petista. "A pior coisa que pode acontecer é entrar uma pessoa (na Prefeitura) que não sabe planejar", afirmou o prefeito. "Não adianta ter dinheiro se ela não sabe gastar."O prefeito destacou as obras viárias e a gestão da saúde em sua administração. E prometeu novas obras em parceria com o governador José Serra (PSDB), seu padrinho político. Seriam construídos o trecho sul da Avenida Jacu Pêssego, novas marginais e concluído o Complexo Viário do Jaraguá. "Já acertei com Serra uma série de obras viárias."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.