Na TV, Dilma diz que é 'possível fazer mais'

O PT começou a exibir na TV, em comerciais de 30 segundos, uma contraofensiva para não deixar que o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), provável adversário da presidente Dilma Rousseff na disputa eleitoral de 2014, seja o único a dizer que "é possível fazer mais" pelo Brasil.

BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

29 Abril 2013 | 02h08

O slogan vem sendo usado pelo pernambucano há algum tempo e foi veiculado na propaganda do PSB da semana passada. Dias depois, apareceu adaptado pelo marqueteiro João Santana, que construiu o programete petista baseado na mesma ideia. "É possível fazer cada vez mais" foi o slogan proferido pela presidente na inserção que começou a passar anteontem na TV.

Com o objetivo de neutralizar o discurso do futuro concorrente, o PT tenta ostentar que não apenas partilha desse entendimento, como, nos últimos dez anos, já o colocou em prática: "Nosso governo aprendeu com os brasileiros que é possível fazer cada vez mais e melhor".

O líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), disse ao Estado que o programa "é centrado na realidade promovida pelos últimos dez anos de governo" e que "não é usado apenas como uma frase de efeito". Já o líder do PSB na Casa, senador Rodrigo Rollemberg (DF), comentou que a clonagem de discursos "mostra o quanto estão enganados aqueles que querem apontar Campos como oposição ao atual governo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.