MPF-TO denuncia prefeita reeleita por compra de votos

A prefeita reeleita, em 2008, de Ponte Alta do Bom Jesus, em Tocantins, foi denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF) acusada com mais duas pessoas de dar dinheiro e outras vantagens a diversos eleitores a fim de obter seus votos, viciando o pleito. Segundo o MPF, foram denunciados a prefeita eleita em 2004 e reeleita em 2008 Delma da Fonseca Milhomem (PMDB), o ex-prefeito de Ponte Alta Eder Luiz Lourenço da Rocha, e o então candidato a vereador Elio Gomes de Oliveira, vulgo Tião Elio. Eles são acusados de, reiteradamente, dar dinheiro e outras vantagens a diversos eleitores a fim de obter seus votos, viciando o pleito eleitoral. As denúncias são fundamentadas em inquérito policial que detalha a ação, com nomes dos eleitores e valores recebidos. De acordo com o MPF, durante a campanha eleitoral, Delma e Éder se dirigiram à residência de dez eleitores e ofereceram quantias que variam de R$ 10,00 e R$ 100,00 e, em seguida, pediam diretamente os votos em face da doação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.