'Mito Lula não funciona' em SP, diz Soninha

A pré-candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, afirmou ontem que "o mito Lula não funciona" na capital paulista e, por isso, não acredita que a eleição ficará polarizada entre PSDB e PT, como avaliou recentemente o tucano José Serra.

FLÁVIA DANGELO , ESTADÃO.COM.BR, O Estado de S.Paulo

16 de dezembro de 2011 | 03h05

"Nas últimas quatro eleições o PT foi derrotado, apesar de toda a influência do Lula. Na minha interpretação ele (Lula) projetou para o Brasil, até no cenário internacional, uma imagem de sucesso, de pujança, de avanço que não é real. Mas ele é convincente", disse ela, em entrevista à TV Estadão.

Pesquisa recente do Datafolha mostrou que Lula ampliou sua força na capital e, se a eleição fosse hoje, 48% dos eleitores poderiam escolher o candidato indicado por ele.

Superintendente do Trabalho Artesanal do Estado, Soninha diz que sua máxima ambição é chefiar o Executivo municipal e rechaça que pretenda abrir mão de sua candidatura em prol de apoio ao PSDB. "Se o PSDB quiser indicar um vice para a nossa chapa, a gente topa conversar."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.