Ministra reage a críticas sobre falta de diálogo

A ministra Luiza Bairros, da Secretaria da Igualdade Racial, contestou ontem as críticas à sua gestão feitas por parte de organizações do movimento negro e integrantes do PT. Para ela, é incompreensível a acusação de que não dialoga com o movimento.

ROLDÃO ARRUDA, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2011 | 03h04

"No Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial nós temos 22 representações de setores da sociedade civil, que têm sido convocadas em diferentes ocasiões, para participar de debates e decisões", explicou.

A ministra também disse que as críticas, publicadas na sexta-feira em reportagem do Estado, partem de pessoas descontentes com as mudanças que fez no quadro de pessoal da pasta. "Isso ocorre em qualquer ministério em qualquer troca de governo", disse. "Não se pode imaginar que as coisas vão permanecer exatamente como eram."

A ministra informou que sua principal preocupação tem sido trabalhar de maneira articulada todos os ministérios da Esplanada, procurando oportunidades para o desenvolvimento de ações afirmativas em cada um deles. "Não se trabalha em função de interesses particulares, nem a esmo", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.