Ministra do STJ evita relatar habeas corpus

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Laurita Vaz, recusou ontem a relatoria do habeas corpus solicitado pela defesa de Carlinhos Cachoeira. A ministra se disse em "suspeição" por ser de Goiás, Estado onde há negócios ligados ao contraventor, preso sob suspeita de comandar uma rede de jogos ilegais. Em sua decisão, a ministra afirma que prefere se afastar por ter tido "algum tipo de contato social ou profissional" com autoridades mencionadas pela Polícia Federal, durante a Operação Monte Carlo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.