FABIO MOTTA / ESTADÃO
FABIO MOTTA / ESTADÃO

'Militares terão espaço, mas não ocuparão um terço dos ministérios', diz Bolsonaro

Candidato à Presidência da República pelo PSL também falou sobre permissão de posse de armas

Thaís Barcellos, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2018 | 01h27

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, em entrevista ao programa Conexão Repórter, do SBT, que os militares não ocuparão um terço do seu ministério, caso eleito. "No governo anterior, tinha terroristas e ninguém falava nada. (Tinha) gente do PCdoB à frente do Ministério da Defesa", disse o presidenciável. A entrevista foi exibida na madrugada desta terça-feira, 23.

Segundo ele, a permissão de posse de armas pela população será um projeto apresentado logo no início do seu eventual governo. Bolsonaro ainda sugeriu o porte de armas para caminhoneiros com o objetivo de combater o roubo de cargas.

O presidenciável negou que haja risco de fechar o Congresso. Confrontado sobre uma entrevista em que havia mencionado essa possibilidade, Bolsonaro minimizou: "Disse isso há 20 anos." Ele ainda afirmou que cerca de 120 parlamentares já manifestaram desejo de participar da governabilidade sem participar de "toma lá da cá". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.