DANIEL RAMALHO / AFP
DANIEL RAMALHO / AFP

Dois mesários morrem durante votação no Rio de Janeiro

João Carlos Felix, em Nova Iguaçu, e Andreia Cristina Duarte Gouveia, na Tijuca, passaram mal e não resistiram

Daniela Amorim, O Estado de S. Paulo

28 de outubro de 2018 | 13h23

RIO – Dois mesários morreram hoje no Rio de Janeiro após passarem mal durante o processo de votação. João Carlos Felix teve um infarto fulminante na manhã deste domingo, 28, em uma zona eleitoral de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. No início da tarde, Andreia Cristina Duarte Gouveia, de 51 anos, passou mal em uma seção eleitoral no Tijuca Tênis Clube, na Zona Norte da capital. Ela foi levada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) próxima à seção, mas não resistiu. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), ela também teve um infarto.

“Eu gostaria de aproveitar a oportunidade e em nome do TRE-RJ prestar nossos sentimentos às famílias desses mesários que estavam ali num momento tão importante para a cidadania”, disse a diretora-geral do TRE-RJ, Adriana Brandão.

O Estado do Rio de Janeiro teve 111 urnas substituídas até agora, o que equivale a 0,003% do total do estado. A maior parte - 57 urnas - estavam em seções na capital. Segundo a diretora do TRE-RJ, não há nenhum caso de prisão registrado até agora. A votação está mais rápida do que no primeiro turno e as seções eleitorais estão sem fila.

“O processo está muito tranquilo. Temos registro de uma ligação para a central telefônica a cada 3 minutos. Isso é muito pouco”, disse Adriana.


 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.