'Mesada' leva à prisão prefeito de Guapimirim

Acusado de desviar R$ 48 milhões dos cofres municipais, de pagar "mesada" a vereadores e oferecer propina a policiais, o prefeito Renato Mello Jr., de Guapimirim, Baixada Fluminense, foi preso ontem pela Polícia Civil, em operação com o Ministério Público. Ao todo, 82 pessoas foram investigadas e 16 denunciadas. Três suspeitos estão foragidos, entre eles o presidente da Câmara de Vereadores, Marcelo Emerick. / ANTONIO PITA

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.