Mercadante prega ‘humildade’ na reta final da campanha de Haddad

Ministro da Educação se diz otimista em razão dos resultados das pesquisas de intenção de voto, mas defende trabalho da militância até o final da disputa

Rafael Moares e Vannildo Mentes, da Agência Estado

25 de outubro de 2012 | 13h48

BRASÍLIA - Às vésperas do segundo turno das eleições municipais, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse nesta quinta-feira, 25, que está muito "otimista" com a performance do seu antecessor na pasta, Fernando Haddad, na corrida pela prefeitura de São Paulo, mas destacou que não se pode ter "sapato alto" na reta final. Segundo a última pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, Haddad tem 57% dos votos válidos, ante 43% de José Serra (PSDB).

"Estamos muito otimistas, as pesquisas todas apontam uma diferença muito grande desde o início do segundo turno", disse Mercadante a jornalistas, após participar de evento no Palácio do Planalto de anúncio do Plano Safra da Pesca e Aquicultura.

"Vamos aguardar o resultado. Não pode ter sapato alto, tem de ter humildade, trabalhar até o último momento. (Haddad aparece) muito bem posicionado, e deveremos vencer na mais importante cidade do Brasil."

Mercadante destacou que Haddad foi "um grande ministro da Educação, homem público muito competente, sensível do ponto de vista das políticas sociais, e de excelente formação acadêmica, profissional".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.