REUTERS/Paulo Whitaker
REUTERS/Paulo Whitaker

Meirelles diz que não é candidato do governo: 'Sou candidato da minha história'

Ministro da Fazenda até abril deste ano, o presidenciável do MDB evitou avaliar gestão do presidente Michel Temer

Marianna Holanda, Gilberto Amendola e Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

07 de agosto de 2018 | 23h38

Ministro da Fazenda até abril deste ano, o presidenciável do MDB, Henrique Meirelles, rejeitou a pecha de ser o "candidato do governo", durante o evento GovTech em São Paulo, nesta terça-feira, 7. Meirelles disse que é candidato da sua história e evitou avaliar o governo do presidente Michel Temer.

"Sou um candidato da minha história, seja do setor privado, seja do meu partido, seja do Banco Central do Lula e agora, depois de ter sido ministro da Fazenda", disse, após ser entrevistado pelo apresentador Luciano Huck no evento.

Questionado sobre como avalia a gestão Temer – ótima, boa ou ruim –, Meirelles desconversou. Disse que não está lá para fazer classificação de "setores do governo". "O trabalho que eu fiz, que é muito importante para o País, que gera crescimento, emprego e renda, o que é importante, eu considero ótimo."

Meirelles disse, contudo, que aceita o apoio de Temer, assim como de outros tantos partidos. Não avalia também que a rejeição recorde ao presidente possa contaminar sua imagem na campanha nas eleições 2018. "Não interfere em absolutamente nada, porque é uma avaliação que não tem a ver com o meu trabalho", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.