Marta promete ProUni para crianças e reafirma internet grátis

Idéia é criar recursos para matrículas em creches particulares; para especialista, plano da internet é utópico

Alexandre Inácio, Agência Estado

27 de setembro de 2008 | 19h32

A candidata do PT à Prefeitura de São Paulo Marta Suplicy promete criar uma ProUni para crianças. Segundo ela, a idéia é oferecer recursos para as famílias matricularem as crianças em creches particulares em regiões em que as creches municipais não oferecerem vagas suficientes. A promessa foi realizada durante um breve comício no bairro do Grajaú, na zona sul da capital paulista, neste sábado, 27. Durante esse evento, ela não falou com a imprensa.  Veja também:Kassab sobe 4 pontos e Alckmin pára a 10 dias do primeiro turno  Especialista comenta a reta final da disputa eleitoral em São Paulo A enquete: Quem ganha com a briga dos dois? Perfil dos candidatos Durante o comício, Marta contou com a presença do candidato a vice-prefeito Aldo rebelo, do deputado federal Gilmar Tato e do senador Aloizio Mercadante. Ela reafirmou que pretende oferecer o serviço de internet banda larga para todos os paulistanos sem cobrar pelo serviço, apesar de seus adversários estarem questionando a viabilidade da proposta. Segundo a coluna do jornalista especializado em tecnologia Ethevaldo Siqueira que será publicada neste domingo, 28, a idéia é utópica porque custaria US$ 2 bilhões, no mínimo, aos cofres públicos somente para a infra-estrutura, além de custo operacional de R$ 880 milhões por ano. Na campanha, Marta também vem citando investimentos no Metrô, uma companhia estadual. Durante o comício deste sábado, a candidata lembrou da parceria que tem com o presidente Lula e afirmou que essa relação permitirá investimentos em linhas de Metrô na cidade. Durante o discurso, Marta também afirmou que as idéias criadas por ela quando prefeita da cidade foram copiadas. "Quem se propõe a ser prefeito de São Paulo precisa ter idéias novas e se antecipar aos problemas. Não copiar o que já foi feito".

Mais conteúdo sobre:
ELEIÇÕES 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.