Marta fecha programa com episódio de xingamento de Kassab

Em 2007, prefeito expulsou aos berros de 'vagabundo' autônomo que protestava em unidade de saúde

Gisele Silva, do estadao.com.br,

24 de outubro de 2008 | 20h52

A candidata do PT à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, usou no último programa na TV nesta sexta-feira, 24, as imagens do episódio em que o prefeito e candidato do DEM,  Gilberto Kassab, expulsa de uma unidade de saúde, aos gritos de "vagabundo", o autônomo Kaiser Paiva da Silva. Essa foi a última cartada da petista, que está 17 pontos atrás de Kassab.   Veja também: Para analistas, 'salto alto e deslize' explicam rejeição de Marta Analista político comenta o resultado da pesquisa Ibope  Marta cai e Kassab amplia 17 pontos de vantagem sobre petista Especial: Perfil dos candidatos em São Paulo  'Eu prometo' traz as promessas dos candidatos  Geografia do voto: Desempenho dos partidos nas cidades brasileiras  Confira o resultado eleitoral nas capitais do País   O episódio aconteceu em 5 de fevereiro de 2007 e gerou protestos. Um dia depois de ter expulsado Kaiser de uma unidade de Assistência Médica Ambulatorial (AMA), em Pirituba, zona norte de São Paulo, Kassab reconheceu que cometeu excesso e pediu desculpas.   "Sai, sai daqui! Vagabundo! Vagabundo!". Foi dessa forma que o prefeito Kassab se dirigiu a Kaiser Paiva. Correu atrás dele e o expulsou aos berros e empurrões. Kaiser estava com o filho, de 7 anos, e protestava contra a Lei Cidade Limpa. Dono de uma pequena fábrica de placas e cartazes, ele se dizia prejudicado.   Kaiser foi candidato a vereador pelo PSC, partido da coligação de Kassab. Ele disse ter se candidatado antes de saber que o partido se coligaria com o DEM. "Foi um incidente superado, uma manifestação equivocada", disse Kaiser. "Eu me excedi, pedi desculpas e ele também pediu. Que seja muito feliz em sua campanha", desejou o prefeito. Kaiser obteve apenas 21 votos e perdeu a eleição.   Já em seu programa, Kassab não apresentou novidades, foi emotivo e usou tom de vitória, com fogos de artifício e samba. Na última pesquisa Ibope contratado pelo Estado e pela TV Globo, do último dia 22, Kassab tinha 53% e Marta, 36%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.