Marta evita salto alto após crescer nas pesquisas

Com 17 pontos acima do segundocolocado nas pesquisas e a quatro dias de receber o presidenteLuiz Inácio Lula da Silva na campanha, a candidata à prefeiturade São Paulo Marta Suplicy (PT) afirmou que não conta com avitória no primeiro turno. "Nós não estamos pensando nisso não, a gente está muitofeliz de o presidente vir, mas nós acreditamos que nada desalto alto", afirmou Marta a jornalistas nesta terça-feira apósrealizar palestra na sede da Federação do Comércio do Estado deSão Paulo. Pesquisa Datafolha divulgada no sábado mostrou Martasubindo de 36 por cento para 41 por cento, abrindo 17 pontospercentuais de vantagem sobre Geraldo Alckmin (PSDB), que caiude 32 para 24 por cento. O prefeito Gilberto Kassab (DEM)passou de 11 para 14 por cento. A alta de Marta e a queda de Alckmin já havia sido apontadaem pesquisa Ibope anterior. Para ganhar no primeiro turno, em 5de outubro, é necessário obter 50 por cento mais um dos votosválidos. A candidata procurou não comentar a intensificação dascríticas entre Alckmin e Kassab ao dizer que "a preocupaçãoestá em continuar apresentando propostas, porque foi assim quea gente chegou neste resultado." Mas não deixou sem resposta ataques do prefeito Kassab quea acusa de não acabar com as escolas de lata. "As escolas delata foram construídas, todinhas, na gestão (Celso) Pitta(1997-2000), da qual Kassab era secretário. Então me parece umpouco estranho ele fazer este discurso", afirmou, acrescentandoque foi ela que iniciou o processo de desconstrução. No sábado, o presidente Lula desembarca na campanha deMarta para o primeiro compromisso conjunto de campanha. Eleescolheu São Paulo para sua estréia na eleição deste ano. De acordo com informações ainda não oficiais, os dois farãouma caminhada e um comício na avenida Oliveira Freire, em SãoMiguel Paulista, zona leste da cidade. O extremo leste e a região sul são as duas áreas em queMarta tem seus melhores índices de intenção de voto. A idéia é"melhorar onde ela está bem", disse um petista da campanha. Entre sábado e domingo Lula fará campanha também junto acandidatos do PT do ABC: Luiz Marinho (São Bernardo do Campo),Mário Reali (Diadema) e Vanderlei Siraque (Santo André).(Reportagem de Carmen Munari)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.