Marta diz que cabe a PT definir seu papel na eleição

Após abandonar a pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo, a senadora Marta Suplicy delegou ao PT a tarefa de definir sua participação na campanha do ministro da Educação, Fernando Haddad.

BRUNO BOGHOSSIAN, ESTADÃO.COM.BR, O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2011 | 03h05

"A coordenação de campanha é que vai indicar os lugares onde eu posso atuar da melhor forma", afirmou. "Eu tenho de ter o tempo e eles têm de me dizer o que eu posso fazer. Isso ainda nem começou a ser feito."

Haddad e o PT paulistano indicaram que pretendem contar com Marta na elaboração do programa de governo e em eventos na periferia de São Paulo, onde ela é popular.

A ex-prefeita tenta afastar sinais de que estaria magoada por ter sido pressionada a desistir da candidatura e disse que vai atender aos pedidos da direção do PT.

"A minha pré-candidatura virou a página. Eu estou na campanha e vou fazê-la", declarou. "Estão fazendo um carnaval que, para mim, é incompreensível."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.