Marta deve aguardar fim da apuração para se pronunciar

A candidata do PT à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, deve aguardar a consolidação da apuração dos votos para fazer um pronunciamento à imprensa, informou seu coordenador de campanha, deputado federal Carlos Zarattini. Ele evitou comentar o resultado da pesquisa de boca-de-urna encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Rede Globo ao Ibope, que mostrou que o candidato do DEM, o atual prefeito Gilberto Kassab, tem 60% das intenções de voto, ante 40% de Marta. "Na outra vez a boca-de-urna errou", disse Zarattini, referindo-se ao primeiro turno, quando a pesquisa apontava para a vitória de Marta, que acabou ficando atrás de Kassab no fim da contagem dos votos.Marta passou o dia reunida com a família em sua residência, no Jardim Europa. No fim da tarde começaram a chegar partidários como o ministro do Turismo, Luiz Barreto, e o deputado estadual Rui Falcão. O candidato a vice da chapa de Marta, deputado federal Aldo Rebelo (PC do B), negou que haja um clima de derrota. "Não pode haver clima de derrota, o que há é clima de respeito às urnas", frisou.Entretanto, o coordenador de campanha de Marta permitiu-se especular sobre o futuro político da petista, após uma eventual derrota. Questionado se Marta poderia sair como candidata ao governo do Estado em 2010, ele respondeu: "Quem sai da cidade de São Paulo com 40% (dos votos) ou mais, é uma pessoa que tem muito futuro pela frente."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.