Marta começa a usar famosos para pedir voto na TV

A candidata à Prefeitura de São Paulo Marta Suplicy (PT) começou a usar celebridades na publicidade eleitoral gratuita na televisão, que dão declarações de apoio à petista. Um dia depois de o jornalista e escritor Fernando Morais, autor do livro "A Ilha", ter aparecido elogiando os Centros Educacionais Unificados (CEUs), criados por Marta quando prefeita, na noite de hoje foi a vez de o vereador eleito Netinho de Paula (PC do B), apresentado pelo locutor como "um dos artistas mais queridos do País", defender a candidatura petista."Vamos tratar de gente ou de estética?", questionou Netinho de Paula. "A população prefere gente, tem muita gente que precisa ser tratada e, se as pessoas forem sensíveis a isso, independente da classe social, vão optar por gente. Neste quesito, vou de Marta", declarou. De acordo com o vereador eleito pelo PC do B, "tudo o que se pensa em fazer com pessoas da periferia tem a ver com Marta".A candidata do PT iniciou a propaganda da noite falando sobre "gente". Marta afirmou que São Paulo precisa de "uma prefeita ou um prefeito" que estejam perto das pessoas, olhando para a saúde, a educação, o transporte e a segurança pública. Após a fala de Netinho, Marta voltou a falar: "Quero governar, antes de tudo, com sinceridade e verdade, sem enganar pessoas humildes, ouvindo as pessoas."KassabO prefeito e candidato à reeleição Gilberto Kassab (DEM) preferiu dedicar todo o seu programa às mulheres, maioria da população da capital paulista, segundo ele. Kassab centrou as promessas nas creches. "Uma das maiores preocupações da mãe que trabalha fora é a creche", afirmou. Ele prometeu resolver a falta de vagas em creches. "Será o meu ponto de honra e é o compromisso que eu assumo com você, mulher e mãe", disse.A propaganda de Kassab mostrou também depoimentos de várias mães beneficiadas por projetos de sua gestão, como o Mãe Paulistana. Ele prometeu ampliar e melhorar o projeto, unindo-o ao programa de abertura de vagas em creches.Segundo o democrata, além do acompanhamento médico do recém-nascido, a mãe terá vaga para o bebê, quando começar a trabalhar. "É respeito e carinho no momento mais importante da vida da mulher", disse.Só no fim do tempo do democrata, o locutor anunciou: "E olha aí quem está chegando para reforçar o time: é o Geraldo Alckmin." Alckmin apareceu com Kassab, e apenas afirmou: "Venho trazer um abraço ao nosso candidato."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.