Marta agora afirma que ex-presidente acertou

A ministra da Cultura, Marta Suplicy (PT), admitiu ontem que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acertou ao indicar Fernando Haddad como candidato do partido a prefeito de São Paulo. Ela foi preterida da disputa e só entrou na campanha a partir de setembro, quando foi nomeada ministra pela presidente Dilma Rousseff. "Lula tem uma intuição política muito forte. O que ele fez foi extremamente arriscado, mas nas circunstâncias e no momento que o PT vive, foi o mais acertado", disse a ministra ao votar no Colégio Madre Alix, no Jardim Paulistano.

O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2012 | 03h01

Marta costumava tratar como um "erro" a escolha do ex-presidente. Ela disse esperar "bom senso" de Haddad, ao ser questionada sobre uma possível aliança com o PSD do prefeito Gilberto Kassab. "Ele precisa governar e vai saber fazer suas escolhas acertadas."

Marta também atacou o candidato José Serra (PSDB) e disse sentir um "sabor especial" pela derrota do tucano. "É por isso que eu queria tanto disputar, eu tinha as musiquinhas, os ataques dele em 2008 entalados na garganta."

Sobre as articulações no PT para tornar viável a candidatura do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, para governador em 2014, Marta desconversou. "Isso é normal", disse. "Não dá para falar agora sobre isso." / DIEGO ZANCHETTA, FERNANDA BASSETTE e GUSTAVO PORTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.