Werther Santana
Werther Santana

Marinho diz que atuação de Skaf e França em debate 'pareceu dobradinha'

Nas pesquisas de intenção de voto, Skaf divide a liderança com o ex-prefeito da capital, João Doria (PSDB); França aparece em terceiro

Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2018 | 21h47

O candidato ao governo de São Paulo do PT, Luiz Marinho, declarou após o debate Estadão/TV Gazeta/Jovem Pan que a atuação dos adversários Paulo Skaf (MDB) e Marcio França (PSB) pareceu uma dobradinha, mas ressaltou que não se preocupa com a possível combinação. "Não tem problema nenhum, porque eu estarei lá (no segundo turno)", assegurou o petista.

Nas pesquisas de intenção de voto, Skaf divide a liderança com o ex-prefeito da capital, João Doria (PSDB). França aparece em terceiro, mas tem registrado crescimento contínuo ao longo das últimas pesquisas e tem mirado no tucano na tentativa de abocanhar uma das vagas ao segundo turno.

Sobre o debate, Marinho disse considerar que o resultado foi positivo e reiterou que os eleitores irão saber votar no "time de Lula". "Nós pertencemos a um time, do líder Lula, portanto peço o voto no 13, para Haddad e nossos senadores." (Marcelo Osakabe) 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.