Marina Silva se mantém neutra no Acre

Ex-ministra optou por não declarar apoio nem a Tião Viana (PT) e nem a Marcio Bittar (PSDB)

Itaan Arruda, Especial para o Estado de S. Paulo

26 de outubro de 2014 | 13h18

 A candidata derrotada à presidência pelo PSB à Presidência da República, Marina Silva, chegou à sede do Incra por volta das 9 horas da manhã (12 horas no horário de Brasília). Marina foi recepcionada por seis integrantes da Rede Sustentabilidade, que carregavam no peito adesivos com número 45.

Externavam o que a líder da Rede não fez: Marina Silva não declarou apoio nem ao candidato da Frente Popular, Tião Viana (PT), e nem ao candidato da Aliança Por um Acre Melhor, Marcio Bittar (PSDB). “Aqui no Acre, eu vou me manter neutra”, avisou. “A população brasileira não pode ficar dividida entre Norte e Sul e independente do resultado de hoje, o que nós temos que buscar é uma gestão pública eficiente”.

A ex-candidata afirmou que vai voltar à militância sócio-ambiental, após as eleições. “Nós, do PSB, perdemos ganhando, fazendo uma campanha digna e com apresentação de propostas”.

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesMarina SilvaPSBRedeAcre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.