Marina faz primeira agenda de rua sem Campos

Candidata a vice caminhou Santo André, no ABC paulista, e minimizou o fato de ser mais conhecida que o ex-governador

Isadora Peron, O Estado de S. Paulo

17 de julho de 2014 | 20h32

São Paulo - A candidata a vice-presidente na chapa do PSB, Marina Silva, fez nesta quinta-feira, 17, a sua primeira agenda de rua sem Eduardo Campos. Marina caminhou por cerca de uma hora por um calçadão de Santo André, no ABC paulista, e foi abordada por diversas pessoas que achavam que ela seria candidata à Presidência da República.

"Vamos ganhar desta vez", disse um transeunte, em referência ao fato de Marina ter ficado em terceiro lugar na corrida presidencial em 2010.

Um homem com um microfone e uma caixa de som acompanhava a ex-ministra e dizia para as pessoas abraçarem a "futura vice-presidente do Brasil". O jingle que traz o nome da dupla no refrão ecoava ao fundo.

Como Marina ainda é mais conhecida que Campos, a estratégia da campanha é apostar em agendas separadas, para otimizar o tempo. A ideia é que a dupla tenha apenas dois ou três compromisso juntos por semana.

"Nós vamos transformar os 80 dias de campanha em 160, porque eu irei para um lado e ele (Campos) irá para o outro", disse Marina após a caminhada.

A ex-ministra minimizou o fato de muita gente ainda achar que ela será candidata a presidente. "Na hora que a gente tiver oportunidade de se apresentar no horário eleitoral, as pessoas vão perceber (que Campos é o cabeça da chapa). Mas hoje muito gente também já disse que vai votar em nós dois. Então é só um problema de fazer essa informação chegar às pessoas", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.