ITAMAR AGUIAR/ AFP
ITAMAR AGUIAR/ AFP

Manuela D'Ávila diz ter convicção na 'maior virada da história'

Após votar em Porto Alegre, vice de Fernando Haddad chama Bolsonaro de 'homem covarde'

Filipe Strazzer/ Porto Alegre, O Estado de S. Paulo

28 de outubro de 2018 | 09h34

A candidata a vice na chapa de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República, Manuela D’Ávila (PCdoB), votou na manhã deste domingo em um colégio no bairro Petrópolis, zona norte de Porto Alegre. Manuela esteve acompanhada de sua mãe e de políticos do PT e do PCdoB gaúchos. Em sua chegada, foi recebida com flores por um grupo de apoiadores.

Após rápida votação, a candidata mostrou confiança na vitória neste segundo turno das eleições. "Tenho a convicção de que as milhares de pessoas que foram às ruas de forma voluntária se engajar na nossa campanha, em defesa da democracia e da liberdade, produziram a maior virada da história das eleições do Brasil”, disse.

Ela também criticou o adversário, Jair Bolsonaro (PSL), a quem chamou de “homem covarde”. “Ele se ausentou dos debates, não valorizou os pactos do nosso País, um homem que não consegue conviver com as críticas”, afirmou. O adversário do PSL lidera as pesquisas de intenção de voto para o segundo turno: tem 54%, contra 46% de Haddad, conforme mostrou a pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada na véspera.

Manuela D’Ávila passa a manhã em Porto Alegre com a família e viaja às 13h para São Paulo, onde acompanha a apuração dos votos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.