Jonathas Cotrim 
Jonathas Cotrim 

Manuela D’Ávila coloca questão financeira como prioritária para Minas Gerais

Pré-candidata esteve em Belo Horizonte para lançamento de pré-candidatura à Câmara dos Deputados

Jonathas Cotrim , O Estado de S.Paulo

16 de julho de 2018 | 23h21

BELO HORIZONTE - A pré-candidata à Presidência da República nas eleições 2018 Manuela D’Ávila (PCdoB) colocou a resolução da crise financeira como uma das prioridades de sua campanha para Minas Gerais. A presidenciável explicou sobre a necessidade de revisão da lei Kandir para resolver os problemas financeiros que atingiram o Estado.

“A renegociação da Lei Kandir deve ser objeto de debate e interessa a diversos Estados. Aqui em Minas ainda tem mais capacidade de se investir”, afirmou a pré-candidata. 

A revisão da Lei Kandir é um dos pontos pleiteados pelo governador Fernando Pimentel (PT), pré-candidato ao governo do Estado. A lei determina a desoneração do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, o que teria provocado uma evasão dos recursos em Minas Gerais. De acordo com o governo estadual, Minas deixou de arrecadar R$ 135 milhões nos últimos 20 anos por conta da Lei Kandir. 

++ Em culto, Meirelles recebe oração e apoios de pastor e ministro de Temer 

Em Belo Horizonte, Manuela D’Ávila compareceu ao lançamento da pré-candidatura a deputado federal do presidente do diretório estadual do PCdoB, Wadson Ribeiro. A pré-candidata do partido ao Senado, Jô Moraes também esteve presente no evento, que aconteceu em uma pizzaria na capital mineira. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.