Mantega entra na briga contra tucano

Com os candidatos petistas enfrentando disputas difíceis em postos estratégicos, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, decidiu entrar na polêmica entre a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que nesta semana trocaram acusações sobre a herança deixada pelo ex-presidente Lula. "É curioso dizer que tem uma crise, mas o Brasil continua trabalhando com o pleno emprego", ressaltou Mantega. "A renda dos trabalhadores brasileiros continua crescendo", afirmou.

O Estado de S.Paulo

07 de setembro de 2012 | 03h04

O ministro ressaltou que em 2001 e 2002 (período da administração de Fernando Henrique Cardoso), o governo reagia de forma diferente à crise. A receita era elevar os juros a níveis "estratosféricos", o que levava à redução dos investimentos e da arrecadação. "Dessa maneira o crescimento do País declinava, aumentava o desemprego e a população do País sofria", disse. /RENATA VERÍSSIMO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.