Beatriz Bulla
Beatriz Bulla

Manifestantes fazem ato pró-Bolsonaro em NY e chamam imprensa de 'fake news'

Organizadores não quiseram dar entrevista à reportagem; reunião teve cerca de 30 apoiadores

Beatriz Bulla, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2018 | 17h44

NOVA YORK - Cerca de 30 apoiadores do deputado federal Jair Bolsonaro fizeram uma manifestação de apoio ao candidato à Presidência pelo PSL  nas eleições 2018 na Times Square, em Nova York, neste domingo, 23. Os organizadores do encontro se recusaram a dar entrevista ao Estado e pediram aos demais manifestantes que não respondessem a perguntas da reportagem, que foi chamada de “fake news”. 

Segundo uma das organizadoras, a imprensa distorce a verdade e por isso não há interesse em dar informações sobre a realização do ato. O grupo de brasileiros que se reuniu em Nova York vestia roupas verde e amarelo. Por volta das 14 horas eles se reuniram para uma foto, com faixas de apoio e imagem de Bolsonaro aos gritos de “mito”.

O brasileiro Ivan Andrade, de Recife, passeava pela Times Square quando parou para observar o grupo. “Quem mora fora do Brasil também quer que o Brasil melhore”, disse Andrade, que é apoiador de Bolsonaro.

Na saída da manifestação, um dos participantes aceitou falar com a reportagem. Jean Favarato mora em New Jersey há dois anos. Ele disse ter ido à manifestação para apoiar Bolsonaro após a facada que o deputado sofreu em ato de campanha, o que o manifestante considerou “um ato antidemocrático”. “Nossa democracia está em jogo. Se qualquer outro candidato que não ele vencer significa a esquerda e o comunismo”, afirmou Favarato. Ele e a esposa não irão votar nas eleições 2018 pois perderam o prazo para registro junto à justiça eleitoral para voto fora do território nacional.

Os manifestantes se organizaram pelo Facebook e grupos de WhatsApp.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.