Maluf não responde sobre idosos e cita taxa de natalidade de SP

Ex-prefeito ressalta o aumento do poder dos paulistanos e promete que o 'leve leite' vai voltar

31 Julho 2008 | 22h38

O candidato Ciro Moura (PTC) perguntou a Paulo Maluf (PP) qual o projeto do ex-prefeito de São Paulo para o idoso em São Paulo. Maluf não respondeu à pergunta diretamente e falou primeiro sobre a taxa de natalidade na cidade. Admitiu que os índices estão diminuindo, mas em compensação e "graças a deus", ressaltou que aumentou o poder de compra dos paulistanos. "A população está enriquecendo e comprando mais, mais geladeira. E você tem que dar qualidade de vida inclusive aos que você citou que envelhecem", disse.   Maluf lembrou suas "grandes obras": "Eu fiz 20 mil Cingapuras, Avenidas como Faria Lima, Água Espraiada". E prometeu que o "leve leite" vai voltar a funcionar na cidade. "Na minha administração, espero ser eleito, a população vai julgar quem está com maiores condições de ser eleito, se é psicólogo, engenheiro ou anestesista", disse referindo-se à profissão dos adversários.   Veja também: Fórum: Na sua opinião, quem se saiu melhor no debate? Kassab provoca Marta e desafia: 'Quem criou mais taxas'? 'Educação na gestão Alckmin foi pior que a do Piauí', diz Maluf Marta prega 'união' com Serra e Kassab se diz parceiro de Lula Kassab fala sobre 'fichas-sujas' e se defende de acusações Sem citar Marta, Kassab diz que 'faz corredor como se deve' Contra poluição de carros, Maluf quer 'freeway' nas marginais Conheça os candidatos nas principais capitais  Calendário eleitoral das eleições deste ano  Especial tira dúvidas do eleitor   Veja as regras para as eleições municipais     Para Ciro Moura, o idoso merece programa. "Hoje ele é um abandonado, o serviço público é horroroso, tudo aquilo que se demanda do governo municipal, depende de uma figura que é o servidor público, mais que o funcionário. Farei revolução, no meu governo sua vida vai mudar pra melhor".   Em réplica, Maluf disse que seu governo funcionou bem com o PAS. "O Ibope deu 92% de aprovação, e DataFolha 79%. E falou do idoso. O rico está assistido, mas o pobre fica nas filas, as Tvs mostram centenas de filas, vou voltar para o atendimento médico gratuito para o idoso, vou voltar o PAS. Transporte coletivo melhores, corredores de ônibus melhor. Essa cidade vai conhecer o melhor prefeito.

Mais conteúdo sobre:
Eleições 2008 debate

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.