'Lula tem vontade de comer picanha'

Carvalho diz que ex-presidente recupera apetite

O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2011 | 03h04

O ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse que conversou ontem com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que ele está se recuperando bem.

"Ele está recuperando o apetite, sentindo o gosto da comida e queria até comer uma picanha", comentou, para mostrar a disposição do ex-presidente, que está em tratamento quimioterápico para combater um câncer na laringe.

O ministro contou que a barba e o cabelo de Lula ainda não começaram a cair e que a tendência é de que o ex-presidente vá melhorando a cada dia. Carvalho disse ainda que conversou com a presidente Dilma Rousseff, que esteve na quinta-feira com Lula. "Ela me disse que ficou muito feliz em vê-lo."

Na tarde de ontem, foi a vez do presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT), e do presidente do Senado, José Sarney (PMDB) fazerem uma visita ao ex-presidente.

Lula fez questão de mostrar aos convidados uma imagem de Nossa Senhora Aparecida que ganhou de presente de uma funcionária do Instituto Lula. A imagem, segundo o ex-presidente, tem lhe dando energia e força durante o tratamento. "Ela representa este momento de fé e paz e a busca de força do ex-presidente para enfrentar essa situação em que ele está vivendo", afirmou Maia.

Após ter começado o tratamento, no dia 7 de novembro, Lula já recebeu as visitas da ministra Miriam Belchior (Planejamento), de Luiz Marinho (prefeito de São Bernardo do Campo) e do ex-ministro das Cidades Olívio Dutra. Além disso vocalista da banda irlandesa U2, Bono Vox, enviou uma carta a ele dizendo que vai inclui-lo em suas orações. / TÂNIA MONTEIRO e GUSTAVO URIBE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.