Mila Cordeiro / Divulgação
Mila Cordeiro / Divulgação

Lula reforça apoio a candidata petista em Salvador e fala em ‘legado’ do partido

Ex-presidente aparece em vídeo durante convenção da sigla; governador Rui Costa tem quatro candidatos da base governista

Regina Bochicchio, especial para o ‘Estadão’, O Estado de S.Paulo

16 de setembro de 2020 | 21h45

SALVADOR – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu “o legado do PT” nas áreas social e de infraestrutura em vídeo exibido durante a convenção do partido em Salvador e pediu apoio a candidata major Denice (PT). A convenção foi transmitida online e aconteceu em uma laje de um bairro popular da capital com as presenças do governador Rui Costa (PT) e do senador Jaques Wagner (PT). A candidata tem como vice a médica e deputada estadual Fabiola Mansur (PSB).

O pedido de Lula ocorre no final, citando nominalmente a candidata, mas o Estadão apurou que o conteúdo inicial do vídeo é unificado para capitais e municípios sobretudo do Nordeste, região na qual o PT desidratou nas últimas eleições municipais. Só na Bahia, o PT perdeu 54 Prefeituras nas eleições de 2016, ficando com 39 dos 417 municípios do estado, na ocasião.

“Construímos refinarias, usinas hidrelétricas, portos, rodovias, ferrovias e toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento do nosso Brasil (...). Fizemos a maior política de inclusão social da história do Brasil”, diz Lula.

E completa: “Criamos novas universidades, escolas técnicas, construímos UPAS e as Unidades de Saúde da Família, integramos moradia Minha Casa, Minha Vida, levamos cisternas e luz para todos os lugares mais distantes (...). Este é o legado do PT que nós vamos defender durante a campanha (...). Por isso, em Salvador, a major Denice Santiago está preparada para fazer as mudanças que o nosso povo precisa”, finaliza o ex-presidente, que aparece de camisa branca e blazer escuro no vídeo.

Para Entender

Calendário Estadão

As datas, definições partidárias, candidaturas e a cobertura especial do jornal das campanhas pelo País e nos Estados Unidos

A remissão aos governos petistas ocorre em um momento no qual o presidente Jair Bolsonaro busca expandir sua popularidade no Nordeste, inclusive dando sequência a obras que tiveram início no governo do PT a exemplo de trechos da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol), cujo trecho de 20 km em São Desidério, no interior do estado, ele entregou aos cuidados do Exército na semana passada. Lula deu início às obras da Fiol na Bahia em 2011.

O PT nunca venceu uma eleição em Salvador. O governador Rui Costa (PT) terá quatro candidatos de sua base para fazer frente à Bruno Reis (DEM), candidato do prefeito ACM Neto (PT), que encerra o ciclo de dois mandatos. A pulverização é estratégia para provocar um segundo turno na capital. Além de Denice, são governistas os candidatos Pastor Sargento Isidório (Avante), Olívia Santana (PCdoB) e João Carlos Bacelar (Pode).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.